Alguns Livros de Neurologia que Eu Gostaria de Ter Conhecido (ou Que Existissem) na Época da Residência

Há uma série de livros que eu gostaria de ter estudado no período de Residência Médica (1999-2001), alguns lançados após e outros que acabei conhecendo apenas algum tempo depois (“xeretando” sebos, livrarias e — por que não? — a Amazon.com).

Continue reading

Capítulo 44 do “Guia de Acupuntura”

O Guia de Acupuntura da coleção de Guias de Medicina Ambulatorial e Hospitalar da EPM-Unifesp editada pela Manole, foi coordenado pelos Profs. Drs. Ysao Yamamura e Márcia Lika Yamamura e aborda aspectos gerais da Acupuntura e suas aplicações em diferentes condições médicas.

Continue reading

Sobre a Acupuntura do Médico Descalço

Durante a Revolução Cultural, uma técnica que era somente conhecida antigamente no nordeste da China em que se utilizava uma variação da antiga técnica de agulha grande, foi desenvolvida pelos médicos revolucionários tornando-se uma parte da prática da Acupuntura geral. Ela é chamada Acupuntura do Médico Descalço em reconhecimento aos paramédicos chineses, que foram incentivados a adotar a medicina tradicional popular de suas regiões de origem.

Neste método, uma agulha relativamente grossa é inserida superficialmente entre os processos espinhosos das vértebras em pontos ao longo do Canal de Energia Vaso-Governador e em alguns pontos em outras partes do corpo.

Continue reading

Matsuo Bashō [松尾芭蕉]

Matsuo Bashō [松尾芭蕉] (1644-1694 EC), um dos mais famosos poetas japoneses, não era acupunturista. Mas os parágrafos iniciais de Trilhas Estreitas ao Confim (Oku no Hosomichi [奥の細道]), sua mais famosa obra, descreve em detalhes os preparativos iniciais para a jornada às longínquas províncias do Norte do Japão (Oku [奥]).

Continue reading

Conselhos Úteis Também Para o Estudo da Acupuntura

During the course of researching Kampo medical theory, it is very difficult to come to an accurate understanding of Kampo whilst at the same time and from the outset conducting your analysis based on the criteria of modern Western Medicine.

It is essential to ‘wipe the slate clean’, to empty your mind, in order to come to grips with this medical system. Only after achieving a certain mastery of Kampo should you then start to comment on it in comparison to modern Western Medicine.

Continue reading