Reflexões ao chegar no verbete hánshísǎn [寒食散] do Wikipedia

Yo, que me figuraba el Paraíso bajo la especie de una biblioteca.

(Jorge Luis Borges)

Jorge Luis Borges (1899-1986 EC) era um notório bibliófilo, o conto Tlön, Uqbar, Orbis Tertius descerra ao leitor todo um mundo desconhecido (Tlön) através de enciclopédias. No Brasil já tivemos (entre outras) a Barsa, a Delta-Larousse e a da Abril. Estes títulos desapareceram em grande parte com a difusão da internet, mas engana-se quem ache que o formato se extinguiu: ele se adaptou de modo notável à linguagem do hipertexto, à facilidade de correções e à velocidade de atualizações.

Continue reading

Usos Históricos do Mercúrio (Hg) na China

Muitas diferentes tradições de Medicina e de Alquimia já fizeram uso do mercúrio (Hg). Na Índia, por exemplo, desenvolveu-se desde a Antiguidade mais remota a Rasaśāstra (literalmente “ciência” [śāstra] do “mercúrio” [rasa]) e outras técnicas de preparo de diferentes metais/minerais com finalidades medicinais. Paralelamente, na China, desenvolveu-se também um saber alquímico de origem taoísta.

Continue reading

Um Capítulo Que Quase Poderia Ser Chamado de Hipocrático

Ὁ βίος βραχύς, ἡ δὲ τέχνη μακρή, ὁ δὲ καιρὸς ὀξύς, ἡ δὲ πεῖρα σφαλερή, ἡ δὲ κρίσις χαλεπή.
[A vida é breve; a arte, longa; a oportunidade, passageira; a experiência, enganosa; e o julgamento, difícil.]

(Hipócrates)

No post Contraponto entre a Medicina Tradicional Chinesa e a Medicina Ocidental (22/05/2020) fez-se uma comparação entre as diferentes filosofias por trás das práticas médicas de uma e de outra.

Continue reading